quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Nos entretantos...

Bom, mais uma das desculpas para não andar a desenhar, é isto que aqui vos deixo. A guitarra velhinha do meu pai (e que eu adoro! Não tivesse ela um braço mais delgadinho e consequentemente mais jeitoso para a minha delicada mão...), que esteve anos e anos só com dois carrilhões, um dos quais fruto de um mau restauro ( o que se vê à esquerda).
Seis anos após ter feito os cinco carrilhões em osso, foram necessários apenas dois dias para concluir o arranjo!... A preguiça é uma coisa terrível...

4 comentários:

Pat disse...

Que guitarra linda!!!

Bom trabalho com os carrilhões. ;)

E mete a preguiça... no bolso. :)

Beijinho

Ricardo disse...

Bravo Cláudia, bom trabalho!
Ai a preguiça...como eu te compreendo. Os meus flajolés também estão à espera que lhes lave a alma.


Bjs

Jockey Full Of Bourbon disse...

É a erosão do colchão..

ritalimão disse...

Um bom trabalho,mesmo :D
a minha guitarra actual está muito semelhante, só tem dois carrilhões, e tenho que afina-la com um alicate.
Mas não há guitarra como a primeira.