segunda-feira, 7 de junho de 2010

Bom mas bom!

Aí fomos nós para as Berlengas, esse sítio cheio de gaivotas, onde as pessoas se escondem debaixo de lenços para não misturarem cagadelas demoníacas vindas do além com o sal que têm no cabelo.
Não há água doce. Não há água quente. Mas em compensação há um mar paradisíaco, que se pode aproveitar se estivermos com muita vontade de um mergulho! Caso contrário não me apanhariam lá, de certeza!
Fiz amigos, uns de penas no corpo, outros na cabeça, outros nem isso.
O saldo foi positivo: um cartão de 5 litros de vinho
muito arroz de tomate
gaivotas como se não houvesse amanhã
alguns desenhos - não se pode dizer que tenham sido poucos
muita música foleira
o primeiro mergulho do ano, em águas gélidas
amizades reforçadas
e um S. Marcos no finzinho a fechar a coisa em grande!

5 comentários:

andré disse...

a única vez que fui às berlengas tive a 'sorte' de vomitar no barco .. acho que nunca mais lá ponho os pés!


(btw, a arca dos gelados é desligada à noite :|)

M.má disse...

Se não fosse o roubo duma carteira c/10 contos(na altura),eu hoje conheceria as Berlengas...como tal a viagem ficou pra outra ocasião,(q ainda nao chegou)fico contente por teres gostado.Lagartichas e outros, havia mtos?Pois...não era bom pra mim. beijocas

Dee disse...

Venham maiiis!!

Erica disse...

Está muito fixe o desenho, dá-me saudades de lá voltar para nadar congelada com os peixitos e os polvos e lavar os dentes com água salobra (argh).

Sara Simões disse...

Fantástico!