sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Isto é o meu corpo - Exposição em Aljustrel


Este é o aspecto da minha sala, neste momento. Pela primeira vez sinto a necessidade de ter um atelier a sério, que isto de estar em casa a trabalhar é pouco produtivo. Ou porque há roupa ou louça para lavar, ou coisas para arrumar, chão para limpar, enfim, qualquer desculpa serve quando queremos fugir ao trabalho.
E assim decidi arranjar um atelier. Mas foi preciso arranjar um atelier para que o trabalho só fizesse sentido em casa...
São retratos de mulheres, feitos para a exposição que vou inaugurar dia 9 de Novembro, em Aljustrel, com a minha tia e escultora Noémia Cruz.
É uma exposição no feminino, e sobre o feminino.

5 comentários:

Inês Ferreira disse...

Não só é multifacetada como tudo o que faz faz bem :)

Pat disse...

Promete a coisa! :)

Sara Feio disse...

queremos mtas fotos da exposição no blog depois! (eu falo pelo mundo, compreendes?? muahahah) x

Nena M. disse...

Querida Cláudia, senti exactamente o mesmo quando tive o atelier de cerâmica! Voltei a casa :D Sou feliz aqui e trabalho que me desunho! Sabe bem. Beijokas e bom trabalho :)
Nena

Leka disse...

Oi Claudia, acompanho seu trabalho há tempos mas, só hoje, lendo estes comentários sobre trabalhar em casa tomei coragem de escrever-te, também ilustro e trabalho em casa, tenho um canto só meu, com janelas e porta para isolar-me dos ruídos da casa, saio daqui e passo pela cozinha para alcançar um copo d´água e já começo a me culpar pela louça na pia ou se passo pelo quarto é a cama para fazer... enfim, alguns contratempos mas, a delícia de estar tão próximo a minha família me seduz. Um barçao do Brasil, Leka ;)