segunda-feira, 16 de junho de 2008

Tosta

Ora, se não tinham noção, a comida é importante para mim(e não só....) e aqui está uma tosta de queijo como deve ser, com o queijinho bem derretido! André, em honra da tosta mística, aqui está uma! (mas só de queijo...)

10 comentários:

Pat disse...

Esta é uma das coisas que torna o teu trabalho tão especial: consegues tornar um acto simples, uma rotina, uma coisa que fazemos todos os dias, que passa sempre por nós, numa visão tão diferente e única.

Miguel Taborda disse...

fazes tostas assim????????

Sara Lambelho disse...

Imagem deliciosa, miúda.

Primeiro as massas, que foi a melhor invenção do Homem, e agora o queijo derretido ... Bolas, até me babo.

Ainda este fim-de-semana comi uma com tomate e queijo provolone ... Estava estupidamente boua. 'Místicas' ao poder!

p.s. Teco, queres de queijo ou fiambre? ahahaha
;)

joana vieira disse...

uma pergunta que pode ser estupida: não desenhas dos dois lados das folhas no moleskine? se o fizeres ao vender um desenho estás necessáriamente a vender dois x)Foi uma coisa que me ocorreu, enquanto desenhava, na parte de trás de uma folha de diário gráfico...

beijinho!

ps: o desenho está de mais, como sempre :)

Cláudia Guerreiro disse...

Desenho só de um lado exactamente por isso...sei que é um desperdício, mas se gostares dos dois, qual é que escolhes? Tens que optar por um, poruqe não podes obrigar ninguém a pagar-te dois desenhos!...

Miguel Taborda disse...

vou opinar, se me permitem. faz todo o sentido o que dizem, mas acho que o uso dos dois lados pode tornar-se em algo bastante interessante. porque não dar a hipótese de escolha a quem adquire os desenhos. porque não deixar o utilizador usufruir dos desenhos consoante o seu estado de espírito?

Cláudia Guerreiro disse...

eu acho isso muito bom! mas a questão é, e se tu queres ficar com um pra ti?...tens que ficar sem ele? e se o expões de um lado? quem é que usufrui do outro? Não quer dizer que isso nunca aconteça, porque acontece e muito (aliás, os melhores desenhos são aqueles que acontecem por acaso e normalmente acontecem em suportes não planeados), mas prefiro que não aconteça para não me deixar em situações dessas...

Pat disse...

Se me permitem os artistas, vai a aquela que adquire arte (sempre que pode) opinar: se os desenhos estão disponíveis para serem adquiridos por quem os queira comprar, e não são apenas para guardar para quem os cria, faz sentido que sejam feitos apenas em um dos lados da folha. Assim permite não só a eventual exposição ao público da totalidade do trabalho (a menos que arranjem umas molduras transparentes de ambos os lados e os pendurem no centro do tecto... :D ), e permite a quem compra não se colocar na posição injusta (por um lado) também de escolher exactamente qual dos lados quer "colocar na parede"... Por outro arrisca-se também quem compra a levar "um brinde" que não gosta assim tanto e esconde sempre o que não gosta, quando "outro alguém" poderia gostar mais do "reverso da medalha", e acaba por "perder" a oportunidade de ficar com o trabalho porque está nas costas de outro... Se fossem apenas estudos, e servissem apenas "para consumo próprio" de quem cria a obra, tuuudddoooo bemmmmmm, mas axim... Meh! Digo eu, que não percebo um caracol disto e de sentido criativo e de "justiça artística" não tenho nada...

Acho que já meti o bedelho onde não devia... Conversa de gente com talento... FUI!

joana vieira disse...

concordo com toda a gente!! Mesmo assim, eu sou pobre então desenho dos dois lados x) alem disso os meus desenhos ninguém os quer comprar x)

beijinho a todos!

Chokoku-ka disse...

Para cada porca o seu parafuso!´Há de haver quem queira desenhos de toda a gente... É uma questão de divulgação e markting...